CORPO DE LUZ

Fonte: ativismoquantico.com

» por  em 28/08/2012 em Sem categoria | 2 comentários

CORPO DE LUZ

Energia

Matéria

Campos

Partículas Elementares

Vibrações

Frequências e Amplitudes

Ressonância

Ondas de Possibilidades

Tudo isso está disponível para a escolha da Consciência. A consciência é a base de tudo!

Há uma necessidade de “perturbar” o sistema de possibilidades para se “cocriar” a realidade. Dessa forma, a consciência pode “perturbar” as possibilidades da matéria, seja em qual nível sutil se encontre, para surgir a sua realidade. “Nós nos tornamos aquilo que observamos”.

Quando a consciência provoca o colapso da função de onda da matéria ( seja em qualquer nível sutil em que se encontre essa matéria: energia, campo, partículas, ondas eletromagnéticas) ela se utiliza de quatro compartimentos funcionais para a sua expressão no campo da manifestação. Esses “compartimentos” são os corpos sutis necessários para que haja a expressão dos conteúdos internos da consciência . Há as possibilidades dos arquétipos organizados em um corpo supramental; há as possibilidades dos pensamentos organizados em um corpo mental; há as possibilidades dos sentimentos organizados em um corpo vital e, por fim, há as possibilidades das sensações físicas organizadas em um corpo físico.

O corpo físico, cuja finalidade primordial é criar representações do sutil, é o veículo de manifestação da consciência. A consciência provoca o colapso da função de onda de todos os compartimentos sutis: supramental, mental, vital. Essa escolha, ou seja, esse colapso é simultâneo, descontínuo e não local. Isso significa que essa escolha não envolve trocas de sinais e não tem a velocidade da luz como limite. Ela é instantânea e simultânea. Com o conhecimento do campo do ponto zero pela ciência quântica completa-se e torna-se coerente outras teorias que explicam o viver e passam a responder questionamentos que expandem a compreensão sobre a vida.

É intrigante o fato de como percebemos as coisas! Qual a explicação neurofisiológica para o fato de percebermos um objeto como sendo algo externo ao mesmo tempo que temos a percepção de ser o sujeito da ação de perceber? Isso torna-se uma pergunta muito difícil de ser respondida. Objeto é externo e sujeito é interno. Como isso acontece? Cérebro é objeto! Neurônio é objeto! Interações entre objetos só podem produzir novos objetos! Da onde nasce o sujeito? Como nasce a percepção do sujeito da ação? Esse sujeito da ação deve ser algo importantíssimo nessa equação!

Por essas e outras que concordo com Amit Goswami quando afirma que a consciência é a base de tudo. Interações materiais só podem fornecer matéria! De onde nasce a consciência, então? A consciência compreendida aqui como sujeito da ação não pode ser “produzida” pela interação dos nossos neurônios, haja vista que esses neurônios são objetos da percepção e, interação entre objetos, só podem fornecer novos objetos.

Uma vez sendo a consciência a base de tudo e compreendendo que campos de influências, energia, ondas e todas as demais diversidade da matéria que possuímos no mundo da manifestação são ondas de possibilidades, concluímos que a consciência é tudo que há. A consciência escolhe dentre todas as infinitas possibilidades fornecidas por essa diversidade de matéria que conhecemos. No processo de mensuração quântica no cérebro, a consciência una se divide em objeto percebido e sujeito que percebe e nessa divisão identifica-se com o cérebro. Simples assim! Como diria um amigo.

Mas uma vez escolhido, entramos no processo de evolução. Escolhemos nossos contextos que alimentam os pensamentos que por sua vez fornecem os significados a esses contextos e também aos sentimentos que fazem parte de nosso EGO. O corpo físico cria então uma representação desses aspectos sutis. A biologia do corpo físico possui trilhões de células que devem guardar uma comunicação perfeita e permanente para que a homeostase fisiológica seja mantida. Essa comunicação pode utilizar frequências específicas. As células e o DNA se comunicam por meio de frequências. Saúde aqui é compreendida não apenas como o funcionamento apropriado do corpo físico, mas também como o funcionamento apropriado de todos os corpos sutis.

Mas o que quero realçar é que uma vez colapsado simultaneamente e não localmente todos essas possibilidades sutis uma coisa importante deve ser considerada: ESTAMOS VIVOS NO MUNDO! Quando estamos colapsando as possibilidades das células, tecidos, órgãos estamos cocriando um veículo para nossa manifestação. Escolhemos as possibilidades do DNA, de nossos genes que codificam uma proteína específica para realizar uma função. Essas células, essas moléculas, esses átomos que constituem nosso corpo físico são oscilações vibratórias que emitem luz. Luz ultrafraca descoberta pelas pesquisas de Popp. Cada molécula de nosso corpo físico pode ser entendida como uma “vibração”, como uma “oscilação” de um campo primordial, isto é, uma subestrutura que sustenta o Universo e registra tudo e que fornece essas possibilidades. A consciência escolhe esse padrão específico.

Vejam que maravilha fornece essa compreensão. Temos um corpo de luz! Temos um corpo que vibra! Temos componentes internos que se movimentam e se comunicam e agora talvez possamos ir muito além e acreditar que essa comunicação possa não ser apenas por reações químicas. Como são coordenadas essas reações? São milhares e milhares de reações que ocorrem abaixo da nossa percepção consciente. Essa comunicação existente pode utilizar outro tipo de possibilidade de comunicação, ou seja, a ressonância celular, o que explicaria a sincronia existente entre todos os setores de nosso corpo físico. É uma nova biologia!! É uma nova física! É uma nova TUDO!

Vários pesquisadores tiveram acesso a novas descobertas e foram ridicularizados peloestablishment da ciência materialista. Biofotons, campos de influência, energia sutil podem emergir após a consciência ter escolhido seu veículo de manifestação e coordenar essas ações de maneira sincronizada por fenômeno de ressonância, pois em última análise qualquer molécula de nosso corpo físico é uma “oscilação” vibracional específica desse campo do ponto zero. Campo com um potencial energético incomensurável e que agora precisamos desenvolver uma “tecnologia” interior para acessar essa rede de informações que permite o aparecimento da vida nessa dimensão que nos encontramos.

Isso expande a consciência!

Somos seres em evolução!

Somos seres que não morrem!

Não morremos no aspecto sutil!

Morre a matéria por exaurir a energia vital que nos mantém vivos nessa dimensão!

Estamos vivos!

Essa vida tem um propósito!

Não conhecemos todas as verdades!

Temos crivos pela qual criamos nossas verdades!

Verdades não absolutas!

Verdades que podem ser mais verdades que outras!

Verdades que estão dentro de nós!

Despertar!!

Despertar!!

Despertar!!

Despertar para perceber que somos tudo isso!

Abraços fraternos

Milton

Terapia Holistica em Curitiba      Terapias naturais e vibracionais   Desenvolvimento pessoal através do autoconhecimento   3599-9922

Contato

terapiaholisticaemcuritiba
curitiba
82840-39
41 4102-3816 luzeenergia@hotmail.com